domingo, 19 de março de 2017

Tempo de colheita.



     Haverá sempre o tempo da colheita, por mais demorada que possa parecer, um dia chega!
     Entre tantas esperas o tempo passou, mas com ele veio o aprendizado necessário, para que a colheita seja maravilhosa, neste tempo oportuno saberemos cuidar e administrar muito bem o que que nos foi confiado.
     A chuva e as lágrimas foram necessárias para irrigar, o sol e a oração para fortificar, a terra e a esperança para que o tempo fecunde o que será eterno.
     Com o coração aberto, tenhamos a sabedoria de receber essa dádiva.

Até a próxima ...

domingo, 12 de março de 2017

Até que o fim comece ...


Feche os olhos, ouça a canção, sinta com o coração.
Se houver resposta, por favor me diga!
Ou simplesmente me dê a mão e sigamos o caminho juntos, até que o fim comece.


Nos encontramos por aí...




sexta-feira, 10 de março de 2017

E lá se vão 6 anos de blog

O tempo voa, e hoje comemoramos seis anos que começamos aqui na blogosfera.
Na simplicidade das palavras, continuamos a escrever com o coração, onde os sentimentos se transformam em palavras ...
Agradeço pelo carinho  e participação.




Onde tudo começou:
"Ao acordar já terei partido
Ficarei de longe, escondido
Mas sempre perto decerto
Como se eu fosse humano, vivo
Vivendo pra te cuidar, te proteger
Sem você me ver
Sem saber quem sou
Se sou anjo
Ou se sou
Seu amor"
                                                           (Saulo Fernandes)

Nos encontramos por aí ...

domingo, 5 de março de 2017

É Deus que te faz entender toda poesia ...


     E no compasso do tempo, compreendemos que a felicidade existe, que o amor resiste, e no fim só estaremos no lugar certo, se deixarmos nossas vontades para realizar a vontade d'Aquele que nos ama e sabe o que é melhor para cada um de nós.
     Na simplicidade da oração, de um coração que não desiste, os passos são pequenos, mas certos de onde chegarão!

Feche os olhos e entenda a poesia ....

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2017

Hoje o dia amanheceu tão lindo!

Nascer do sol - Praia Perequê-Açú 

Hoje a poesia nasceu cedo, com o sol ... A gratidão no coração, embalado na canção.


"Barquinho de papel
Rede de pescador
Anzol e carretel
Beijo de beija-flor
Sem compromisso
Só quero agradecer

O som sublime das ondas na parede
O azul do céu
Dourado sol e mata verde
Sem compromisso
Só quero agradecer

Se a canção traduzir
Todo silêncio do ar
Tem som de mar na concha
Se cada sorriso voar
Se todo amor preencher
Amém!
Sem sombra de dúvidas
Eu sempre fico zen

Hoje o dia amanheceu tão lindo
Veio renovando aquele sentimento
Tudo de bom
O mundo fica mais completo
E cheio de beleza
Quando a gente vibra na frequência
Fé no coração."

Nos encontramos por aí ...

sábado, 4 de fevereiro de 2017

domingo, 29 de janeiro de 2017

Depois da tempestade

 

     E quando percebe, a tempestade passou e no meio de todo caos que existiu, surgiu também algo inusitado, inesperado. 
     Tenho aprendido a lidar com isso a cada dia, um pouco estranho, bom saber que depois de toda intempérie fica o essencial, então surge o sentimento de gratidão por toda dor que existiu, todas decepções, fez com que chegasse até aqui.
     Se não houvesse a tempestade, não teria um arco-íris e uma nova chance de recomeçar. O sol sempre volta a nascer e com ele vem a esperança e um novo brilho que nos faz ver adiante e deixar para trás toda sombra do passado, afinal tudo se transforma e se renova, basta deixar o coração aberto e entender que muitas vezes o que sempre esteve diante dos nossos olhos é a expressão mais bela de se compreender o amor e saber que ele existe... 

Então ouça:
Somewhere over the rainbow  - The Piano Guys 


Nos encontramos por aí ...
© Olhar de Anjo .
Todos os direitos reservados.
Ilustrado por: Bluemih .
Tecnologia do Blogger .